quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Dani California


Posso começar com era uma vez mas acho muito infantil. Vamos só dizer que o seu nome é Clariça, e ela vem passando por estranhas situações, principalmente no convívio amoroso. Ela tentou de muitas formas entender a razão de tantas coisas inéditas ocorrerem de formas que ela nunca esperava que fossem acontecer, ou pelo menos não com ela.
Por horas e horas tentou ler algo sobre seus estranhos momentos em livros, que retratassem o que estava acontecendo com ela. Seus pensamentos que imaginava sempre estar em coesão que num curto período de tempo ela não conseguia mais controlar.
Ela então aprendeu. Aprendeu algo que amiga nenhuma sua iria querer ouvir, sua família pensou até em leva-la ao psiquiatra por tanta coisa que ela pensava e o pouco que conseguia agir. Ela nunca precisou lutar por nada em sua vida nesses seus 17 anos. Nunca precisou trabalhar para comprar suas roupas, pagar sua escola, sair com as amigas nos fins de semana, e isso fez com que seus pais nao gostassem muito de suas últimas atitudes perante suas amigas e namorados.
Sempre julgou os mesmos de trouxas, só estivera mesmo com eles por uma questão de estética, somente para que suas supostas amigas a respeitassem mais.
Até esse dia 5 de março ela nunca tinha parado para pensar em todas as suas ações e a razão de as estar cometendo, costumava pensar que era somente diversão, uma forma mais fácil e menos agonizante de se expressar.
Foi nesse dia 5 de março que ela parou um minuto na conversa do msn para pensar de fato o motivo da sua melhor amiga ter feito tanto para que ela e o seu ex terminassem. Clariça gostava dele, ou pelo menos achava que gostava, e com uma leve pressão de Ana, acabou terminando com ele no mês passado.
Ficou um pouco triste por ter terminado com alguém que ela confiava e dividia seus segredos e fantasias sexuais. Mesmo assim Ana a convenceu de que o Calvin era mesmo só mais um canalha qualquer afim de sexo.
E depois de algumas reflexões sobre sua relação com o Calvin e a suposta amizade com Ana, ela percebe, na conversa de msn, que sua melhor amiga está querendo muito foder(no sentido de fazer sexo) com o seu ex.
Pois é leitor, Clariça percebeu nas palavras de Ana seu sentimento, pois em nenhum momento ela deixou claro que queria algo com o Calvin, em nenhum momento ela nem ao menos deixou subentendido o fato de querer alguma relação com o seu ex.
Clariça ainda não sabia explicar como ela percebeu, mas ela o fez. Tinha tanta convicção de que estava certa que começou a provocar Ana só com palavras, pelo msn.
Ao fim do dia, Ana acaba desabafando tudo com a amiga, que queria muito só fazer sexo com o Calvin, até porque o mlk tinha um corpo razoável.
O mlk bem ou mal, com seus 19 anos, sabia seduzir uma garota indefesa do 3º ano. E foi nessa sedução desapercebida que Clariça há 6 meses caiu nos braços do garoto.
Mesmo assim não desistiu de continuar a imaginar uma solução, depois de tanto pensar e pensar, se deu conta de que sim, Ana é uma piranha babaca que se aproveitou de sua amizade pra foder com o seu namorado. Mas será que Ana também tinha pensado nisso tudo? Será que Ana sabia mesmo o que estava fazendo ou só se deixou levar pelos hormônios e de fato não queria trair a amiga?
Clariça e Calvin só haviam terminado há um mísero mês... Será mesmo que Ana já era assim tão maquiavélica durante o namoro deles?
Clariça tinha duas opções: jogar sua descoberta na cara da Ana e espancala até arrancar suas pontas duplas... Ou simular a desentendida, e com uma barata atuação de novela das 6, fazer Ana falar o que realmente fez acontecer, se queria mesmo só sexo ou se estava mesmo afim do Calvin.
Então Clariça parou pra pensar nisso por uma meia hora, ou mais... e decidiu pela 2ª opção. Achou que seria divertido, até porque ela até gostava do Calvin, mas sabia que aquilo não ia durar muito tempo, sabia que apesar de bonito e sedutor, duvidava de que ele fosse mesmo continuar com ela por muito mais tempo. Duvidava e muito porque sempre que estavam ambos andando na rua, de mãos dadas, Calvin não conseguia evitar um olhar de ''quero muito comer essa'' para mulheres mais atraentes que ela.
E enfim, já de madrugada, depois de chorar litros de agonia com tanta indecisão rondando seu sistema nervoso acerca desse quase triangulo amoroso entre ela, seu ex e sua melhor amiga, percebeu que era melhor para ela mesma nao perder uma amizade de tanto tempo por sexo.
Chegou a essa conclusão e tudo o que quis fazer depois foi escutar Dani California.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Faça o que eu digo, não faça o que eu faço


Pois é, tanta coisa acontece e tanta coisa deixa de acontecer, que não da pra ter certeza de verdade que tipo de pessoa eu quero ser.
Já pensei em ser de tudo, e me sinto capaz de tudo mesmo. Mas sei la... como ninguém pelo visto quer acreditar nisso, eu prefiro só continuar a falar por metáforas.
Porque é estranho mesmo como tudo o que eu faço parece nao ter lugar pra ninguém, a nao ser pra mim mesmo. Eu cansei de me sentir pensando de um jeito enquanto todo o resto pensa de outro... Acho que pra eu nao enlouquecer de fato, eu tenho que passar a pensar como a maioria desses que estão a minha volta hoje em dia. Os mesmos que hoje me chamam de estranho e até maluco por pensar do modo que eu quero...
Isso é só mais um chato desabafo da minha parte que não suporta mais falar... falar... e nao ser entendido.
Com todo mundo me olhando torto, quase que com medo de mim... É foda.
Claro que se eu falar isso pros meus supostos amigos eles vão só rir, rir e rir mais da minha cara de quem acha que sabe de alguma coisa.
Puta merda... é ruim mesmo. Mas no fundo eu caguei, caguei pra todos os que nao querem nem ao menos me respeitar. Não importa como ou a razão da disconfiança, da minha boca sai oq eu quero que saia... e quem nao gostou... bom, foda-se de novo não, paciência =).
Educação pra mim é só mais um mal necessário, assim como a religião.
Ainda assim não acho que estas por sinal não sejam importantes, ou que a religião seja o ópio do povo como dizia aquele tal de Marx, por ser ainda que um remédio, mas um remédio que não faz mal algum a nossa saúde física.
Religião só faz mal aos fanáticos que acham mesmo que alguém nao pode decidir por si próprio sua sexualidade ou qualquer outra natureza não destrutiva. Se todo mundo fosse cristão de verdade, e nao ateu como eu, essa porra que chamamos Terra estaria uma maravilha, ainda que como um rebanho.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Louco é o caralho






Quando uma alma percebe que a outra sabe muito, ela teme, ela se resguarda, seja por inveja seja por raiva idiota, a ignorância.
É foda cara, é foda...
Alma eu digo pessoa, mente, consciente, cada um tem a sua e ponto. Sem mais detalhes, sem mais confusao, sem mais nada que nao te faça sorrir só um pouco.
Quando vc alcança um estado de espirito bom, as pessoas invejam, e como nao estao acostumadas com isso
Elas vao e metem pau, só pelo medo do desconhecido, medo daquilo que vc sabe e eles nao.
Nietzsche era um genio e fico louco 10 anos antes de morrer, sozinho, sem amor, sem ninguem que lhe entenda.
Na minha visão ninguem devia temer ninguém, todos deviam ao menos tentar rir e se divertir mais, e menos às custas dos outros.
Nao é pq alguém é estranho ou diferente de vc, com escolhas diferentes, que eu nao sei oq é sentir oq vc sente.
Todos sentimos a mesma coisa.
Todos sentimos o mesmo amor, a mesma amizade, a mesma paz.
Ainda que com interpretações diferentes.
Se todos se focassem em se dar bem... convivendo com diferenças e semelhanças, juntas, vai dar tudo certo.
Vai dar tudo certo caras =)
Posso nao ter lido tanto quanto alguem que estudou 4 anos de filosofia. Mas pra que tanta leitura? Se no final oq importa é ser feliz?
Se oq importa é nos respeitarmos.
Se oq importa é nos divertimos, sem julgar, sem preconceito, sem nenhuma dessas merdas.
E sem drogas tmbm...
Só beba ou fume oq vc tem CERTEZA que vai controlar.
Senao, nao o faça. Acredite... eu sei.
E tmbm nao, nao pense em cheirar cara, eu nunca fiz mas ja vi pessoas cheiradas... pessoas cheiradas sao individualistas, controladoras, querem que vc faça tudo por elas pq elas mesmas ja nao podem fazer, pq é tanta loucura junta que elas se perderam.
Existe sim ex-cheirado.
Existe sim ex-prostituta.
Mas aí que ta, só vai existir se vc acreditar, e mais importante, aceitar que existe.
Eu ja falei porra, oq importa é ser feliz e acabo, foda-se. Mas faça isso com todo mundo, nao só com um grupinho, ou com um sexo... masculino ou feminino.
Faça com quem vc quiser, e quanto mais nós temos, mais nós estamos dispostos e prontos pra correr atras de querer e lutar pra conseguir mais.
É obvio que é impossivel ser feliz sozinho, eu nao sei pq ainda fico repetindo isso!
Se solidao é uma merda, entao quanto menos solidao melhor, e pra deixar a solidao de lado pra sempre, vc tem que falar, conversar, interagir e envolver aqueles ao seu lado. Só isso po, é tão complicado?
Talvez seja pra quem nao estuda né.
Estudo nao é só ficar sentado porra.
Viver ja é estudar, mas vê se vive direito porra.
Vive com todo mundo, e nao só com vc mesmo.
E pra deixar bem claro, tudo isso aqui é só a minha opiniao, EU acho que se fizermos tudo isso vai ser mais facil, aí vc pensa e ve se pra vc é mais facil tmbm... o/
A medida de todas as coisas nao é o homem porra, é o amor.
E o amor de verdade nao tem preconceito, nao tem apatia, nao tem raiva, nao tem nada dessas coisas que nos estressam e nos põe pra baixo. São nesses momentos que a algria fica tão longe...
Tem gente que me chama de louco, louco é quem nao consegue viver em sociedade... E tudo isso que eu to falando é pra isso, viver em sociedade, viver feliz . lol

Why so serious?




Colégio é uma porra escrota, aonde devíamos só aprender. Devíamos ir pra lá só pra estudar, mas convencer um adolescente com os hormônios a flor da pele que ele não pode chegar em ninguém na escola, é inviável... Pra não dizer impossível mesmo.
Eu tenho muita pena desses colégios que só tem homem ou que só tem mulher, mas isso é outra coisa, pq eles estariam certos... Estariam pq desse modo os adolescentes não iam se distrair com o sexo, e é aí que eu acho que eles se enganam.
Na boa, eu não sei pq todo mundo tem esse medo de falar de sexo, pq isso acontece o tempo todo, toda hora agente ta tentando conseguir beijar, transar, fazer um canguru perneta com alguém, mas isso é só a minha fantasia né, cada um com a sua.
Mas enfim, eles se enganam pq quem disse que homem nao gosta de homem, e mulher nao gosta de mulher?
Esse povo ignorante é patetico, ou vcs acham mesmo que era sempre assim?
Caralho cara, tem quanto tempo que os homens são inteligentes? Bom, isso é relativo né... e espero que tenham captado oq eu deixei subentendido.
Mas pra quem nao pegou tudo bem, até pq esse é o próximo tópico.
Vejamos, nós somos assim, do jeito que nós somos, com essas vontades e desejos já ha muito tempo. Porra, Dizem que Sócrates era bissexual, e hoje vc só pensa do jeito que vc pensa por causa dele!
Platão é ''discípulo'' de Socrates, e Aristóteles é discípulo de Platão. Esses tres caras foram um dos mais importantes pra tudo o que seguimos hoje, ou pelo menos devia seguir para termos uma sociedade concreta.
Então se um cara que pegava homens e mulheres foi um dos formuladores de todos os seus valores... Vc vai julgar ele por causa do sexo?
Bom, é isso o que essas escolas de só homens ou só mulheres pensam. Esperando que só homens não vão se relacionar entre si, e provavelmente caso algum deles o faça, vai sofrer a homofobia por parte dos alunos e às vezes até do próprio colégio! A maioria desses colégios são religiosos, e sobre essas religiões que não aceitam gays... Prefiro não comentar o quão hipócritas são na minha opinião. Puro niilismo perante a natureza dos seres humanos.
É a nossa natureza agindo, mas quem disse que todo mundo respeita?
É, ninguem respeita ninguém nessa porra.
Eu me droguei por um tempo pq foi a unica saída que encontrei. Mas acho que só se aprende de verdade uma coisa quando se vive ela. Se só te falarem... vc não vai se dar conta. É muito mais fácil aprender consigo mesmo do que com os outros. Por isso todo adolescente que ainda nao sabe porra nenhuma da vida quer se drogar, pq ele quer viver alguma coisa diferente, nova, desconhecida, incomum. Vamos combinar que o comum é muito chato.
O que eu aprendi com isso e que vou levar pra vida toda, é a vontade que eu criei pra nunca perder o bom humor.
É muito ruim leitor, ficar de cara fechada. Eu fui assim por muito tempo e cansei. É muito mais divertido aceitar as diferenças e rir, rir e sorrir muito.
Não importa se você vai dar o seu cú, buseta, rabo, foda-se... Agente nao sabe se vai viver só agora, você não tem como provar que reencarnação não existe, se vc vai viver uma, duas ou três vezes, você não sabe, e por não saber é que vc deve aproveitar ao máximo tudo o que tem agora, e não só esperar as coisas acontecerem. Eu pelo menos acho impossível encontrar felicidade sem bom humor.
A vida é uma grande piada, e piada boa é piada engraçada. Tem muita piada escrota e sem graça por aí. E só vc pode decidir de qual piada vc vai rir... Da escrota, da engraçada, ou daquelas que de tão sem graça, acabam te fazendo sorrir.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Respeite a felicidade alheia


Pois é, eu apaguei todos as ultimas 170 postagens por um motivo que ja devia ter visto há tempos. Qualquer coisa que vc faça, seja ela um texto ou uma musica, que por elas vc espera ter algum retorno financeiro, nao adianta postar na internet, tem que registrar. Na UFRJ se for música, ou na biblioteca nacional se for texto. Em outras palavras, qualquer um que lê oq escrevemos em blog ou seja la oq for, esse fdp pode copiar e colar oq vc escrevemos e dizer que é dele, desde que ele registre antes de vc. Eu ainda nao registrei todos os meus poemas, até pq nao são todos que estão tão bons assim ou que se encaixem numa melodia, que é oq espero fazer com oq escrevo, ja que tenho banda e tal =).

Enfim, isso foi só pra esclarecer o sumiço de tudo oq escrevi... Eu agora tenho que escrever alguma coisa pra mim mesmo sobre oq aconteceu ontem.
Fui traído D:
Pela porra da bebida, de novo ¬¬.
Eu nao sei pq merda de motivo eu quis beber mais, ja tinham sido umas 7 garrafas de brahma... e a Dani fico puta com razão por eu nao ter correspondido depois que a Taina foi embora. Estavamos só nós 3, e a Taina nao bebe...
Tava tudo correndo como eu queria até eu perder o controle, de novo, e beber a porra da dose de dréia. Ninguém gosta dessa porra, só eu.. mas nao levei em consideraçao o tanto que ja tinha bebido, e passei mal mesmo ja tendo o costume de beber esse maldito conhaque.
O que é uma enganaçao né, ninguem é de fato forte pra bebida, o máximo que vc pode ter é um fígado resistente, mas se for misturar... muita cerveja com muito destilado principalmente, são poucos fígados que aguentam tanto =/.

Ah, foda-se.. só to descontando minha raiva aqui por nao ter feito nada quando tinha que ter feito quando eu e a Dani ficamos sozinhos.
É, sou um babaca quando fico bebado... mas só o sou quando sou o único a beber demais.
Vcs sabem que é foda cara, se todo mundo planeja beber, é pra todo mundo ficar torto igual! Não um ou outro mais sóbrio, todos devem ficar igualmente chapados de álcool pra ninguem bancar o idiota sóbrio.

Se vc é um tipo que nao bebe e gosta de ver seus amigos bebados, então vai aprender a beber caralho, vc que se diverte com a embriaguez alheia só o faz pq nao tem coragem pra se divertir bebado.
Isto é o mesmo que ter inveja da felicidade alheia. Pq ficar bebado entre amigos é felicidade, e quando alguém nao alcança esse seu estado de espirito, se for um babaca de cabeça fraca, entao com certeza vai descontar a inveja que tem de vc te zuando pelo seu estado deplorável e decadente, ou fazendo piadas retardadas que qualquer bebado gosta de ouvir.
Acho que nao tem nada demais em ficar decadente e deploravel contanto que vc nao desrespeite ninguem...
Se vc nao gosta de beber... tudo bem, nao tem mesmo problema nenhum em viver sóbrio, alguams pessoas realmente gostam desse tipo de vida chata e sem graça, mas entao nao se aproveite da porra do estado frágil em que um amigo seu bebado e mais feliz que vc, se encontra.
Porra... é isso aí, espero que minha mãe nao leia isso.
Tenho que concertar a merda que eu fiz, e já.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Está tudo na sua...




Olá, de novo. Com esse post eu mantenho minha média de 1 por mes, e hoje eu vou falar... não sei, eu vou escrevendo e o que vier de util na minha cabeça eu escrevo, pq eu ja cansei de falar no msn/orkut/twitter e ver videos engraçados no youtube, acho que escrever alguma coisa pode... me fazer ter sono, é.
Mas eu ja tenho um assunto, um bem abstrato e subjetivo, que tenho certeza que todos ja ouviram falar mas nunca levaram a sério. Quero falar sobre o que pensamos, e o que valorizamos ou hesitamos agir de acordo com determinado pensamento. A famosa frase ''Está tudo na sua cabeça'' nao é tão simples quanto as palavras que a compõem, e eu queria explicar o por que, ou pelo menos o meu ponto de vista.
A forma mais simples de demonstrar o que eu vejo é através de exemplos. Mas acho que sempre que queremos explicar algo, dar exemploes é a forma mais rápida e eficiente pra fazer a pessoa entender, mas tmbm aquela que mostra que vc não sabe explicar a coisa em si. Eu vou citar exemplos e depois explicar, pq a minha explicação pode ficar meio vaga, por ser um assunto abstrato e tal.
O que vc pensaria de vc mesmo caso sentisse vontade de beber uma cerveja de manhã? ''Nossa, eu to virando um alcoolatra!'' ou o que pensaria caso vc tenha beijado alguém do seu mesmo sexo? ''Caralho, to virando viado/Ain, eu sou sapata?!'' ou quem sabe se fumar maconha uma vez: ''Porra, daqui a pouco ja to viciando!''
Esses pensamentos muitos ja tiveram, tanto que só os citei pois são experiências minhas, é pura generalização que a sua mente faz com medo caso vc goste e se acostume a fazer aquilo que vc nunca tinha feito, é o medo do desconhecido que é ativado. A questão é, vc não pode ter medo do desconhecido, isso é uma lição que vc leva pra vida toda. Vc vai deixar de conhecer uma mulher/homem só pq ele é diferente de todas(os) que vc ja conheceu? Pelo contrario né! Isso instiga a sua curiosidade. É claro que nos exemplos que eu citei o raciocínio é diferente. No caso de fumar maconha, se vc achar que fumar uma ou duas vezez o torna viciado, esse medo acaba sendo vantajoso, pq vc vai deixar de se envolver com algo que pode foder a sua vida, ou não. Mas de qualquer jeito, vc abdica dos riscos. A questão é, vc tem de saber separar o que realmente pode ou nao acontecer com vc devido a determinada ação. Os exemplos da bebida e do beijo refletem isso, pois vc não se torna um alcoolatra nem vai querer beber sempre de manhã pq um dia vc acordo com vontade de beber(cerveja, vodka, cachaça) pela manhã. É diferente caso vc transforme isso num hábito. Assim como beijar alguém do mesmo sexo, vc não se torna gay por ter beijado uma vez alguem do seu sexo, é só a pressão psicológica do o que os outros vão pensar e falar caso saibam. Se vc é alguem que ainda não sabe, e por isso resolveu experimentar, então não, vc nao se tornou gay por uma única experiência. Vc se tornará caso queira repetir com frequência a experiência de um beijo homossexual.
Enfim, acho que consegui explicar através dos exemplos que a tal da generalização faz com que nós pensemos e julguemos nós mesmos preciptadamente, ao se deparar com algo incomum ao nosso comportamento. Mas talvez não só com aquilo que nos é estranho, acho que tudo o que acontece à nossa volta, o nosso cotidiano, nossas manias, são tudo fruto de uma mente acostumada a fazer tal atividade. Eu gosto muito dessa frase, ''Está tudo na sua cabeça''. Alguma coisa só vai realmente significar algo pra vc caso vc queira que signifique, nao deixe que o julgamento dos outros ou mesmo a situação do momento decidam isso por vc.

terça-feira, 13 de julho de 2010

O Rock não acabou



Mas que felicidade, hoje é dia mundial do Rock, nada melhor para se escrever do que ele mesmo. Esse mês compensarei a minha falta de postagens nos ultimos meses, então antes de julho acabar, postarei mais coisas lol.
Pois bem, com tantos dias no ano, pq 13 de julho? Bom, há exatos 25 anos, em 13 de julho de 1985, ocorreu um dos festivais mais importantes da história da música, o Live Aid, feito para arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia. O sucesso do evento foi tão grande que a ONU decretou que este dia passaria ser o dia mundial do Rock.
Mas nao é dessa época que eu quero falar, e sim dos dias de hoje, nao só do Rock, mas daqueles que o seguem como um estilo de vida. Pq será que ultimamente eu ouço pessoas dizerem que o Rock acabou? Pq hoje em dia não existem bandas como antigamente? Que fique bem claro com essa postagem que esse pensamento é muito errado. Dizer que o Rock acabou é típico daqueles mais velhos, que viveram sua juventude nos anos 70 e 80, a ponto de dizer que o Rock atual é um lixo. Eu tenho que discordar fortemente desse pensamento arrogante. Interpretei essa visão de um jeito que aqueles que hoje curtem as bandas atuais como eu, concordarão.
Como alguem tem coragem de dizer que Queens of the Stone Age, Foo Fighters, Pearl Jam, Avenged Sevenfold e Green Day não fazem um belíssimo Rock? Com certeza por puro orgulho a ponto de dizer que ''nao se faz mais Rock como antigamente''. Este é um tipo de pensamento que vem de uma cabeça fechada. Pq diabos o Rock atual tem de ser como o de antigamente? Pq o Muse tem de fazer um Rock parecido com o do The Who?
Esse é o tipo de pergunta que poucos se fazem. É muito diferente dizer que antigamente o Rock era melhor. Isso é um fato, mas dizer que hoje em dia o Rock acabou, é uma grande falácia.
Se nao houvessem bandas como The Doors, Cream e Iron Maiden, com certeza muitas bandas atuais perderiam muita influência e assim, muita qualidade que elas absorveram de bandas como as citadas, dos anos 60 e 70. Mas esse fato não lhe dá o direito de subestimar o Rock atual. O que mais fere o coração de muita gente e as fazem dizer que o Rock acabou, são alguns tipos de bandas que tem uma qualidade bem inferior ao que se era acostumado ouvir, ao exemplo cito All Time Low, Metro-Station, Nx-Zero e mais recentemente, COISAS ABOMINÁVEIS como Restart e Cine. A questão é, POUCAS bandas eu classificaria no nível destas. O Rock atual NÃO é feito de bandas como estas, mas como as citadas anteriormente. Essa generalização na hora de pensar no Rock atual é que me arranca o fígado.
Eu quero arriscar outro argumento. Vejamos, o Rock própriamnte dito surgiu no final dos anos 40, fenômenos como Chuck Berry e Muddy Waters faziam do Blues, o novo Rock n Roll. Mas só tornou-se realmente popular com o Elvis. Ou seja, daí em diante, os primeiros a fazer um bom trabalho, como Beatles, Cream e Yardbirds, tornaram-se aqueles mais influentes para as gerações seguintes. O mesmo aconteceu com o Hard Rock e o Heavy Metal dos anos 70. O que difere a nossa geração das outras, é exatamente a cabeça do adolescente atual. As COISAS ABOMINÁVIES que vemos hoje em dia é em prol do MAL GOSTO dos jovens para a música. Aquele argumento de que gosto é gosto, cada um ouve o que quer é patético, só uma desculpa para ouvir merda. Música é uma influência cultural e psicológica muito forte. Amigo, se vc gosta de ouvir merda, vc será terá uma cabeça de merda. Nem venha me dizer que ''Aposto um beijo que vc me quer'' é um Rock de qualidade. ''Ain, mas é power pop seu babaca.'' Eles fazem aquilo com uma guitarra, baixo, teclado e bateria. Isso é mais do que suficiente para se fazer algo que não machuque os ouvidos.
Enfim, para finalizar quero deixar outro fato que fez o Rock perder um pouco do seu poder nessa última década. Seu maior rival, a música Pop. Acho que quanto a isto não é preciso comentar mais nada certo?

sábado, 10 de julho de 2010

Paradoxos e clichês



A maioria das pessoas busca por todas as suas tediosas vidas por um sentido que as satisfaça. Dessa maioria, muitos acreditam ser o amor, muitos o prazer, sendo que estes dois sentimentos, também conhecidos como sensações, estão intimamente interligados, embora poucos consigam fazer esta ligação. Os hedonistas e os passionais são os que mais consideram-se felizes, mas no meu ponto de vista, também são os que mais facilmente se acomodam. Este comodismo, juntamente com o orgulho, são uma das principais características que nos impedem de crescer e evoluir como indivíduos.
São tantos que buscam a tal felicidade e as respostas para o por que estarmos vivendo neste lugar, mas como diz o clichê, os que mais pensam, são os que menos agem... Vivendo num mundo capitalista, devemos considerar e com muito respeito esses clichês. Se os que mais pensam não agem, é por medo de errar e ferir aqueles que amam. Mas engraçado, tem outro clichê que diz que errar é aprender, mas o que ele nao diz é que o aprendizado só vem com o arrependimento. Aproveitando o assunto, citarei duas frases geniais que conheço quanto ao comportamento humano, de Oscar Wilde, caras como ele são á prova de clichês: ''Experiência é o nome que os homens dão aos seus erros.'', e justificando esta, ''Os paradoxos da vida são os que mais fazem sentido.''
Mas eu queria falar mais daquele que mais sofre de clichês, o amor. No amor há o prazer, claro, encontra-lo é muito fácil, difícil mesmo é torna-lo parte da sua convivência com a pessoa amada. As divergências entre as pessoas vão sempre existir, não tente achar que amar alguem muito parecido com vc é uma maravilha, pois quando vcs discordarem de algo, por mais banal e simples que seja, as diferenças que antes eram invisíveis virão à tona. Parte da nossa missão para entender os outros e principalmente a nós mesmos, é enxergar nela algo de substancial e coerente, que agrade tanto a vc quanto a quem vc quer agradar. É essa missão que vai moldar o seu caráter, e o jeito como vc olha para os outros. Não é preciso ser um filósofo para interpretar os paradoxos que a vida nos dá.
Não é preciso mais do que um pouco de reflexão e auto-crítica para que nos sintamos bem com nós mesmos e as pessoas que nos cercam, sabemos bem que não é fácil lidar com as diferenças dos outros, ainda mais quando esta parte para a ignorância. Mas lidar com as divergências da vida, significa enfrentar aquilo que mais nos atormenta, psicológica e fisicamente falando. Mesmo tendo dito isso tudo, vou arriscar uma frase bem paradoxal a esse texto, também de Oscar Wilde. É, sou muito paga pau dele. Tente refletir... ''Assim como as mulheres, a vida não quer que vc a entenda, e sim que a ame.''

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Tédio, tenso tédio



Eu prometi a mim mesmo que só iria postar aqui de semana em semana, mas na dá, e a razão para isso está no título, o que torna isso ainda pior, é pq estamos no carnaval. Não quero começar a falar de carnaval pq posso demorar, tudo o que tenho a dizer é que não consigo ficar numa sensação termica de 50 graus centígrados e dançar axé e samba. Talves eu conseguiria se estivesse embriagado, e esse é motivo para todos conseguirem e eu estar me afundando no tédio. Sim, mas o que a bebida poderia ter a ver com a falta do que fazer? No meu caso é pelo fato de eu nao achar mais ninguem que goste de beber como eu, por motivos como: namorada, cansei dessa vida, tenho mais o que fazer do que perder o meu controle. Esta ultima é mentira, pq eu sei bem que não sou o único a passar por isso, mas ultimamente ficar entediado não tem me impulsionado a buscar por alguma coisa, o que é ainda mais desesperador. Quando não temos o que fazer, buscamos algo para nos distrair, dã ¬¬. Mas as minhas alternativas tem se reduzido muito, tanto que a minha ultima foi beber, e na minha ultima aventura eu bebi sozinho, mesmo com uns amigos por perto. Beber sozinho NÃO é legau, lembrem-se disso, pq a bebida é uma fuga dos seus problemas, defeitos e inconveniências da vida. Quando vc foge sozinho, vc se perde, e pra se achar depois é muito dificil, e eu estou perdido, tão perdido que agora me candidatei a ir em orkontro, lugar onde pessoas incomuns se conhecem e enchem a cara como diversão. Apoio totalmente a iniciativa deles, mas quando vc é o estranho entre esse povo e o que mais quer beber ao mesmo tempo, vc acaba se perdendo, de novo. Isto pois para beber em compania é preciso intimidade, pra rir um da cara do outro e sentir-se bem com isso. Eu sei que de tédio eu passei pra um papo de bebado sem solução, mas essa foi a alternativa que eu tomei, e só agora descobri que não tem mesmo solução. O que eu aprendi com isso? Não dá, não dá pra fugir do tédio.
Mas o tédio tem SIM um lado positivo, pois é um dos poucos meios que temos para encararmos a nós mesmos, e quando nós os fazemos, nos sentimos mais a vontade com a nossa pessoa e personalidade, sem distraçoes como shopping, entorpecentes, festas e derivados. Sim, todos nós precisamos dessas coisas quase que essênciais, mas não podemos nos tornar dependente delas, nem de nada exterior a nossa mente. É isso que faz com que esse assunto seja tão torturante pra qualquer um.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A paixão de chamar a atenção


Bom... o melhor jeito de me apresentar é como um adolescente com muitos conflitos, talves mais perdido do que a grande maioria. Quero dizer, eu tenho tudo o que a maioria tem, é só o meu jeito de pensar, que se destaca bastante, e não quero me gabar, longe disso, esse meu jeito pode acabar comigo a qualquer momento, a ponto de eu fazer uma besteira sem precedentes e inconsequente. Espero que os que passam pelos mesmos problemas que eu possam se identificar e se confortar sabendo que não estão sozinhos.
Mas só falar de mim não é assim tão interessante, eu preciso de um assunto no mínimo que instigue a sua curiosidade, e o de hoje é Paixões.
Sim, mas pq paixões? Pq sao elas que nos movem a fazer o que gostamos e ambicionamos, e não nos deixam desistir tão facilmente. E o que é melhor, vc nao precisa se explicar pra ninguem, tampouco para sua consciência, que vive querendo saber o pq dos seus atos impensados. Um forte exemplo de ato impensado(eu acho) é a paixão pelo futebol. Cara, como assim vc gasta dinheiro, tempo, e muita cabeça pra discutir com deus e o mundo pra convencer a todos que o seu time é o melhor? O que isso implica na sua vida? São coisas que vc nunca quis nem pensou em procurar por uma resposta. Seria complicado demais, entao vc ignora, simplesmente aproveita todos os pros que amar o futebol pode te trazer. Pular que nem um louco querendo que seu time vença, zoar os amigos pq o seu time ganhou do deles, socializar e conhecer gente nova com um abraço de um gol, analisar taticamente qual time tem a melhor estrutura, isso tudo com o intuito principal de APARECER. Mas será mesmo? eu vos digo que isso esta no nosso inconsciente. Nós não controlamos isso, é a simples natureza humana agindo. Mas não nos percamos no assunto que é paixões, e a paixao pelo futebol não é muito diferente da que sentimos pelas mulheres e homens em nossas vidas. Mas eu penso diferente quanto ao ser atraído por alguem. Nos sentimos atraídos por aqueles que nos são atraentes certo? Pelo menos eu não acho. Nos sentimos atraidos por aqueles que sabemos que todos acham atraentes, mas isso, novamente, esta no nosso inconsciente, nossa consciência nos diz que a pessoa amada NOS é atraente, quando só queremos expor aquela pessoa linda a todos os olhares a nossa volta, e adivinha, é assim que nós estamos chamando a atençao e querendo aparecer. A mesma coisa no futebol, vc nao vai querer torcer para um time furreca que nunca ganha, e sim para um grande do qual vc possa se gabar!
Esse lance de nós sempre agirmos com o objetivo de chamar a atençao dos outros me atormentou por um tempo, pq não é nada legau se deparar com um peso desses. Mas é verdade, psicologicamente provado aliás. Todas as nossas paixões são guiadas por esse, diríamos, infortúnio. Mas calma lá, nem tudo é chamar a atenção. Quando nos encaramos com um amor de verdade, é pq nós precisamos dele. O ser humano tem essa sensaçao de incompletude, que nos atormenta ate acharmos um parceiro, e eu lheS garanto, que um time de futebol nÃo é um amor verdadeiro como TODOS dizem, e sim uma louca paixão.
Eu por exemplo sou vascaino, como vcs vêem pela foto, mas nunca fui nenhum fissurado em futebol, ate pq nunca joguei futebol muito bem, e sinceramente, pra se gostar muito de um esporte é pq vc gosta muito de pratica-lo.Caso contrário, não vejo nenhum sentido mesmo, só pelo motivo ao qual dei mais atenção neste texto.